Polícia baiana assina plano de segurança para Olimpíadas

6 de Maio de 2016 às 13:34
Maurício Barbosa, SSP-BA: "Temos condições de repetir o que foi feito na Copa"/Edilson Lima l Ag. A TARDE L 27.01.2016

O Plano Tático de Segurança das Olimpíadas 2016 foi assinado nesta quinta-feira, 5, no auditório do Parque Tecnológico da Bahia, na Av. Paralela. Em torno de quatro mil homens das forças de segurança pública trabalharão de forma integrada, em regime de revezamento, desde a passagem da tocha ao longo das 27 cidades do estado até a última partida em Salvador, Cidade do Futebol.

O secretário estadual da Segurança, Maurício Barbosa, falou dos princípios que irão nortear o plano operacional. "Haverá uma divisão de funções no plano federal, estadual e municipal com a defesa nacional, a segurança pública, a defesa civil e a inteligência. Temos condições de repetir o que foi feito na Copa e colocar a Bahia em destaque internacional nos jogos olímpicos".

"O plano tático promove uma grande integração nas forças de segurança pública. Vamos aprimorar o legado tecnológico da Copa das Confederações e da Copa do Mundo e deixar como legado para a sociedade", disse o coordenador estadual de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça, coronel Marcos Oliveira.

O vice-almirante do 2º Distrito Naval, Cláudio Portugal Viveiros, será o coordenador de Defesa de Área. "Nossa atuação vai ser no eixo Segurança, Defesa e Inteligência. As Forças Armadas vão atuar cada uma na sua competência", disse.

O superintendente da Polícia Federal na Bahia, delegado Daniel  Madruga, informou que o órgão atuará na inteligência  com a Agência Brasileira de Inteligência. Para ele, a experiência da Bahia com o Carnaval é importante para que tudo ocorra dentro da normalidade.

"As nossas atribuições vão ser voltadas para a segurança privada e das autoridades estrangeiras, fiscalização de empresas de vigilância, inteligência, vistorias, colocação de explosivos e atentados".

"Nosso trabalho é subsidiar as forças policiais, antecipar as ocorrências, prevenir crimes", explicou o superintendente  da Abin, Márcio Seltz.

Jogos

A tocha olímpica fica na Bahia de 19 a 27 deste mês e percorrerá 2.500 quilômetros em  território baiano. No dia 24, estará na capital.

Os  dez jogos que Salvador  sediará vão acontecer na Arena Fonte Nova, em seis dias. O primeiro será em  4 de agosto, e a última partida, no dia 13 do mesmo mês. Serão sete jogos de futebol masculino e três, feminino.

Fonte: Yuri Pastori - Portal: Atarde.com.br

Acesso a matéria: http://atarde.uol.com.br/bahia/noticias/1768234-policia-baiana-assina-plano-de-seguranca-para-olimpiadas

 

Redação FENAVIST
Flávia Di Ferdinando
Lorena Braga