Deputado diz que polícia não deve fazer segurança de bancos

4 de Março de 2016 às 14:08

O deputado estadual Anísio Maia (PT) disse, nesta quinta-feira (03), após mais duas explosões de bancos nas cidades de Serra Branca e Massaranbuda, nas regiões do Cariri e Agreste, respectivamente, que a opinião pública não pode esperar que a polícia se torne segurança privada dos bancos.

“Os bancos também são responsáveis pela sensação de insegurança em algumas cidades do interior. Agências e correspondentes bancários estão funcionando sem nenhuma estrutura de segurança, como alarmes, sensores, detectores de metal ou vigilância eletrônica, colocando em risco a população. É claro que a polícia está fazendo sua parte, mas, não pode deslocar seu efetivo para proteger o patrimônio e o lucro de instituições financeiras”, explicou o parlamentar.

Anísio Maia lembra que os bancos são os únicos que lucram com a crise econômica que atinge o país e, desta forma, é inconcebível que não invistam em segurança. Essa negligência, registrar o petista, tem afetado a população. “Os bandidos que promovem estes assaltos estão procurando as cidades do interior por conta da facilidade que encontram. Enquanto isto, a comunidade fica exposta aos tiros e às explosões. Os bancos são os únicos que ganham com a crise e ainda querem que o povo pague a segurança de seus lucros”.

“Desde abril de 2013 as taxas de juros já subiram dezesseis vezes, algo sem paralelo no mundo. Em 2015 a indústria recuou 6%, o comércio registrou a mais aguda baixa nas vendas desde 2003 e os bancos privados, ao contrário, tiveram, em média, 15% de aumento de seus lucros. Só em janeiro deste ano, gastamos 56,218 Bilhões pagando juros aos bancos. Esta política econômica nem está contendo a inflação e ainda está gerando recessão. Quer dizer que o país inteiro tem que trabalhar para manter este sistema e ainda pagar pela sua segurança?” questionou Anísio.

Para o deputado Anísio Maia, é importante que a população conheça e cobre a execução da Lei Estadual 10.564/2015, que está em vigor e obriga os bancos a investirem na segurança de seus clientes. Agora, com emenda de sua autoria, prevê indenização para todas as vitimas ações violentas nas agências e em seu entorno quando as mesmas não dispuserem de um eficiente sistema segurança.

Link: http://www.maispb.com.br/165005/anisio-diz-que-policia-nao-deve-fazer-seguranca-de-bancos.html

Redação FENAVIST
Flávia Di Ferdinando
Lorena Braga